02 julho 2012

Sobre nossas conquistas

Oi!
Eu tenho que dizer que: tenho um defeito (oi, só um?) que também pode ser qualidade. Aliás, não é só um não, são vários. Eu sou exigente, (muito) comigo mesma. Sou ambiociosa e quero sempre alcançar meus objetivos (esta característica está diretamente ligada com teimosia) e claro, sou bem determinada e sei o que quero. O defeito de ser assim é que me entrego demais às coisas e, quando elas não dão certo eu sofro muito...

Mas enfim, comecei meu processo para conseguir a carteira de habilitação em janeiro desse ano. Sim, só terminei o processo agora, porque trabalho e faço faculdade a noite. São 10 aulas teóricas e 20 aulas práticas, sendo 4 a noite.

Depois de todo esse processo, chega aquele infeliz momento que você termina suas aulas práticas e recebe a proposta: " você vai pagar o quebra? " (descobri que o quebra pode ter mais nomes, no meu caso, foi "seguro") que nada mais é que, pagar uma boa quantia (até R$400,00 - ou mais -) para que você vá até o local do exame prático, o faça de qualquer jeito e mesmo assim consiga sua carta. Parabéns, mais um motorista de merda pelas ruas (para todo caso há excessões, ok?).

Então eu pensei " Fiz 20 aulas, meu instrutor tem certeza que posso passar, tenho confiança no que estou fazendo... pra quê pagar? " E foi assim que decidi, pela minha ambição de mostrar que eu era capaz de fazer e de conseguir fazer que fui com a cara e a coragem fazer meu exame.

Confesso que as pessoas ao redor mais atrapalham do que ajudam. Muitas com medo, muitas reprovadas, muitas (MUITAS mesmo) que pagaram e estão lá só pra cumprir tabela. Pois é, estive numa roda dessas pessoas que haviam pago. Umas já de cara e outras já pela segunda vez, simplesmente porque não passaram na primeira e acharam que assim seria melhor.

Eu concordo que o exame não prova que você sabe dirigir mas, também concordo que são coisas básicas que todo mundo tem obrigação de saber fazer para dirigir no trânsito: dar seta, não deixar o carro morrer, estacionar perto o suficiente da guia, deixar o carro voltar numa rampa etc...

No fim ignorei todos os comentários pois, sabia que se deixasse essa ideia entrar na minha cabeça, ia ser reprovada. Minha ambição de provar a todos que eu era capaz e a determinação de fazer tudo direito me levaram até o carro e, entreguei minha cara a tapa. Não esqueci nenhuma seta, fiz a baliza de primeira e fiz a rampa perfeitamente, sem deixar o carro voltar 1cm. 

E então, eu vim hoje contar que: CONSEGUI!

Desculpem pela falta de qualidade da foto
E o que eu queria dizer de verdade é que todo mundo é capaz, se tiver um objetivo, força de vontade, determinação, um pouquinho de ambição e, claro, nesse caso muito auto-controle - foi essencial para que eu conseguisse e só Deus sabe o quanto precisei e o quanto Ele me ajudou. Todo mundo pode ser melhor para si mesmo e, se todo mundo se esforçasse pra isso, não teriamos tantas desigualdades e injustiças.

Eu não estou aqui para dar lição de moral para quem pagou por sua CNH ou fazer inveja para quem teve que fazer mais vezes, estou aqui apenas para dividir como estou muito feliz porque a minha consquita principal, além da carta, foi ter sido honesta. Honesta com a minha capacidade e, honesta com o sistema, que anda tão corrompido.

As conquistas partem de uma escolha e de quanto nos esforçamos para que tal coisa dê certo!

O post ficou imenso mas, desabafos são assim mesmo haha.

Mas, e ai? Quem quer uma carona? 

Bezitos!

6 comentários:

  1. hahaha. Pagar não quer dizer que você não tem capacidade de passar. Aliás, existem vários fatores que fazem uma pessoa reprovar durante o exame. Nervosismo, pressão, etc.

    Outra coisa, tem gente que te reprova por pouco. Eu não paguei, mas fui reprovado duas vezes e desisti de tentar, porque não achei que deveria pagar. Hoje, pensando com calma, sei que deveria ter pago, porque isso não me define como motorista. A prática e a consciência vai fazer isso.

    Minha prima não pagou e dirige muito mal. Espero que esse não seja seu caso e você não seja mais uma deslumbrada que se sente por não ter sido "peneirada" e "não alimentou o sistema", certo?

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Anônimo,
    Tudo depende da pessoa né? Falei com pessoas no dia que pagaram exatamente porque me disseram que não tinham capacidade de passar, justamente porque eram nervosas, distraídas...Mas, isso pode até não te fazer um mau motorista mas, é um fator que não pode existir no trânsito.

    Também sei que isso é muito relativo e que eu posso ter tido apenas sorte. Só que eu tenho orgulho de mim por ter tido auto-controle e ter segurado o nervosismo.

    E passar na prova também não faz ninguém um bom motorista, também sei... E eu não sou nenhuma deslumbrada, tenho plena consciência que eu não aprendi a dirigir, o trânsito é muito louco MAS, tenho orgulho sim por não ter sido mais uma a alimentar o sistema. As pessoas reclamam de corrupção mas adoram pagar pra receber as coias logo, seja por nervosismo, seja por praticidade... Se eu não tivesse passado de primeira, tentaria mais 45 vezes até passar por esforço próprio :)

    ResponderExcluir
  3. Acho que isso depende muito das circunstâncias. Você só sabe se tentaria mais 45 se tivesse reprovado! Digo por experiência própria.

    E, sabendo que cobrar para forjar a aprovação é crime, não denunciar é também uma forma de ser conivente, por mais que você não pague. É aquela coisa de: "eu sei quem matou, mas como não fui eu, não preciso me envolver".

    O nervosismo de dirigir no trânsito e da prova é diferente. A pressão é diferente. Enfim, parabéns. Que você seja uma ótima motorista.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Bom, eu tenho certeza que tentaria, primeiro porque desde que comecei o processo já tinha em mente que teria que me esforçar para passar sem pagar e, porque é um absurdo pagar R$600. Não tenho esse dinheiro disponível. Mas, vai de pessoa pra pessoa né?

    Então, só que pra denunciar você precisa de provas e isso não tenho, mesmo porque desde o início já disse que não queria isso...então, é bem complicado. Só sei que fiz minha parte.

    Sim, eu sei que é diferente, não tem alguém sentado ao seu lado, de óculos escuros te passando o maior medo hahaha no trânsito você tem que se focar no que faz e ter bons reflexos para os loucos que cruzam nosso caminho ;) já estou treinando para ser sim uma boa motorista pois não há coisa mais chata que gente que faz merda no trânsito, esquece seta, corta na sua frente etc...

    Muito obrigada pelos comentários!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela conquista!
    bjoss

    ResponderExcluir
  6. Parabéns! Vc merece pelo seu esforço e honestidade. Não deixe que as pessoas murchem a sua conquista com comentários idiotas. Comemore!!!

    Beijocas.

    ResponderExcluir

Agradeço a sua visita, aproveite o espaço para expor sua opinião, dar sugestões ou críticas.
Bezitos!